Ano novo, finanças novas

Vamos te mostrar que ajustes simples na sua rotina, como consumir bebidas alcoólicas sem excesso, te ajudam a manter as finanças em dia.

Nada melhor que iniciar o ano com uma graninha no bolso e aproveitar o calor de janeiro do jeito que você mais gosta: na praia, no clube ou em rolês pela cidade. A ideia é ótima, mas a parte do dinheiro extra não se encaixa na sua realidade? Calma, estamos aqui para resolver isso e te mostrar que mudanças simples vão te ajudar a organizar suas finanças e a juntar uma boa quantia ainda no verão.

Uma delas, inclusive, envolve o consumo moderado de bebidas alcoólicas. Segundo pesquisa da Universidade de Sussex, na Inglaterra, beber com equilíbrio faz bem para você e seu bolso, sem deixar de lado a vida social, claro! Depois de desafiar 800 pessoas a reduzirem em 25% a quantidade de bebidas durante o mês de janeiro, o estudo mostrou que 88% dos participantes pouparam quantias significativas ao final de 30 dias.

A pesquisa faz parte da campanha inglesa Dry January, criada pelo Sistema Nacional de Saúde (NHS) com o objetivo de estimular o equilíbrio no consumo de bebidas e beneficiar a saúde e as finanças dos britânicos. Os resultados ainda revelam que o consumo moderado fez com que 71% dos participantes dormissem melhor, 70% se sentiram mais bem-dispostos, 58% perderam peso e 57% apresentaram maior capacidade de concentração.

Incrível, não é? Além de garantir o bem-estar, o consumo sem excesso de bebidas te faz poupar. Para iniciar já essa resolução em 2019, você pode começar com as orientações da Organização Mundial da Saúde e não ultrapassar três doses diárias de bebidas, no caso dos homens; e duas doses diárias para mulheres. Lembrando que pelo menos dois dias devem ser de abstinência total e que uma dose equivale a um copo de 330 ml de cerveja, uma taça de vinho de 100 ml ou 30 ml de destilado.

E agora, como prometido logo acima, apresentamos um passo a passo para você organizar seu orçamento a tempo de aproveitar tudo que o verão oferece.

Beber sem excesso pode se transformar em diversão

Que tal juntar a grana que você economizou reduzindo as bebidas alcoólicas? Você pode guardá-la semanalmente e usar no final do mês para um passeio ou, quem sabe, juntar por um tempo maior e fazer aquela viagem. O legal é ter em mente que o consumo moderado de bebidas faz bem não só para sua saúde física e mental, mas também para a saúde do seu bolso. Só não deixa de lado o convívio com a galera.

Anote tudo que você gasta

App de finanças, planilha de Excel, agenda de papel: escolha o que for melhor para você e anote cada um dos seus gastos. Saber o valor exato das suas despesas fixas (aluguel, internet, luz etc) e variáveis (transporte, alimentação, diversão, entre outros) é fundamental para ter controle sobre tudo que entra e sai da sua carteira.

Gaste menos do que você ganha

Depois de saber o que você ganha e gasta, estipule uma meta de economia mensal. Especialistas em finanças indicam economizar, no mínimo, 20% do salário. Mas isso vai depender de suas despesas fixas e o que pode ser economizado. Se não der para poupar nas contas fixas, que tal começar gastando 10% menos nas despesas variáveis? Isso é super possível, né? Para te ajudar nesta tarefa, temos um ótimo artigo.

Não pague juros

Tem alguma conta pendente? Quite-a o quanto antes e evite pagar juros, principalmente se for cartão de crédito, cujas taxas são as mais altas do mercado. O ideal é programar suas despesas fixas para dois dias após o pagamento do salário. Assim você cumpre com as obrigações do mês e saberá o que vai sobrar para os gastos variáveis e o quanto você pode poupar.

Adote um dia de gasto zero ou mínimo

Essa é uma ótima tática para te fazer poupar o resto do mês. Você pode levar para o trabalho uma marmita com lanches e almoço e economizar no restaurante. Tente gastar o mínimo com transporte, usando bike ou caminhando. E quem sabe o dia de gasto zero pode ser no fim de semana? Sempre tem algo a mais na geladeira para fazer uma comidinha e convidar os amigos, não é? Um passeio pelo bairro, visitar aquele parque ou centros culturais gratuitos são ótimas ideias também. O importante é não gastar ou gastar o mínimo possível neste dia.

Fontes: com informações do Portal Guia Bolso e Dry January (www.dryjanuary.org.uk)

Posts Relacionados

Inscreva-se