Bebedouros podem barrar os excessos

Bebedouros em casas noturnas podem ajudar jovens a ter um consumo mais responsável de bebidas alcoólicas

Várias capitais e cidades de médio porte do país discutem, atualmente, a obrigatoriedade de que casas noturnas instalem bebedouros para garantir a hidratação dos seus clientes. Curitiba (PR) e Vitória (ES) são alguns dos municípios em que projetos de lei nesse sentido estão em discussão. Em outros, como Belo Horizonte (MG), a lei já foi aprovada, entrou em vigor, mas foi questionada judicialmente. De toda essa discussão, o mais importante é saber se o consumo de água durante a ingestão de bebidas alcoólicas de fato é importante. A resposta dos especialistas é uníssona: sim.

De acordo com o Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (CISA), o consumo de bebidas alcoólicas induz à desidratação: a cada 50g de álcool ingeridos, aproximadamente 4 doses, o organismo eliminaria de 600 a 1000 ml de água em algumas horas. A causa disso seria o efeito diurético que a substância exerce ao diminuir a concentração do hormônio vasopressina, o que resulta na eliminação de água na urina. O resultado mais imediato da desidratação no organismo é a ressaca, mas o funcionamento de vários órgãos pode também ficar prejudicado. Por isso, além de evitar excessos no consumo de bebidas alcoólicas, é importante garantir que não falte água.

Por isso, a médica Carolina Hanna, do CISA, diz que os bebedouros em locais de alto consumo de bebidas alcoólicas podem ser benéficos à saúde. “A água nesses locais costuma ser cara e os jovens acabam optando por comprar mais uma dose de outra bebida. Oferecer a possibilidade de se hidratar gratuitamente é benéfico”, diz. Ela acredita, ainda, que a medida pode ajudar a mudar o comportamento dos frequentadores desse ambiente ao tornar o consumo de água parte do programa. Para ela, seria interessante que a norma fosse acompanhada de campanhas para ajudar a mudar o hábito dos jovens.

Aqui você confere também como os excessos afetam seu corpo.

Posts Relacionados

Inscreva-se