Beber com os pais: sim ou não?

No sétimo episódio de nossa web série #SemExcesso falamos como mães, pais e filhos podem melhorar o diálogo sobre bebidas alcoólicas.

Você bebe na frente dos seus pais ou esconde o jogo deles? Dialogar sobre o consumo de bebidas alcoólicas é a melhor maneira de evitar excessos e combater o uso na adolescência, mas nem sempre esse papo rola fácil nas famílias. Pensando nisso, o sétimo capítulo de nossa web série #semexcesso mostra a experiência não só dos jovens, mas também de mães e pais. Afinal, como agir quando seu filho começa a beber? O que é legal falar e o que deve ser evitado?

Proibir não é o caminho, lembram Lully de Verdade e o médico Maurício de Souza Lima. Segundo eles, orientar e conversar de um jeito franco são as melhores escolhas, inclusive quando os adolescentes questionam a razão de não poderem experimentar bebidas alcoólicas antes dos 18 anos. O médico explica que jovens nessa faixa etária não metabolizam o álcool da mesma forma que os adultos e, por isso, podem ter problemas sérios ao ingerirem bebidas antes da hora. É um argumento científico que, inclusive, pode ser usado pelos pais, ele indica. Para saber mais sobre esse assunto, clique aqui.

E você, costuma trocar ideias sobre bebidas alcoólicas com seus pais? Conte pra gente!

 

Posts Relacionados

Inscreva-se