Beber ou não beber antes da tattoo?

Ouvimos um tatuador profissional e respondemos as suas dúvidas

Considerada por muito tempo um símbolo de rebeldia, as tattoos alcançaram hoje outro patamar: são praticamente um must have para quem gosta de marcar presença com estilo e autenticidade. Técnicas modernas dão vida a desenhos cheios de personalidade, mas uma coisa não mudou ao longo dos anos: fazer tatuagem ainda dói! (Aposto que você já pensou nisso e acabou deixando a ideia para outra hora, não é?). O problema é que, para tentar evitar o incômodo, muita gente recorre às bebidas alcoólicas antes do procedimento, o que é um erro, garante o tatuador Renato Dias, de um dos estúdios mais badalados de Belo Horizonte (MG), o Classic Tattoo. Em um bate-papo exclusivo com o portal Sem Excesso, ele explica porque o consumo excessivo de bebidas antes da tattoo deve ser evitado. Se essa é a sua dúvida, acompanhe o nosso post!

Posso beber antes de fazer a tatuagem?

Renato Dias: Não aconselho. Beber exageradamente acelera a circulação sanguínea e faz com que a pessoa sangre muito mais no momento da tatuagem. Além disso, há o risco de ela ficar mais agitada, se mexer bastante e atrapalhar o resultado do desenho. Outra coisa, fazer a tatuagem é uma decisão importante, a escolha do desenho deve ser muito bem pensada. Se a pessoa tiver bebido muito, ela pode se arrepender depois da tattoo pronta.

Uma dose pode ajudar a relaxar, vai?

RD: Beber de forma moderada, apenas uma dose pequena ou uma latinha de cerveja, por exemplo, pode ajudar a tranquilizar a pessoa. Mas excessos realmente não são bem-vindos.

E na noite anterior? 

RD: Beber sem excesso não tem problema, o que pode prejudicar é o exagero. A pessoa precisa estar bem, descansada, já que o processo da tattoo pode ser dolorido mesmo, principalmente se for um desenho grande. A pessoa de ressaca está mais debilitada e menos resistente à dor. Ou seja, se ela bebeu muito na noite anterior, pode ter certeza que sentirá mais dor que o normal.

As bebidas alcoólicas atrapalham a cicatrização?

RD: Tenho alguns clientes que já relataram uma piora na cicatrização das tattoos após consumirem bebidas alcoólicas. Inclusive eles já fizeram o teste com e sem bebidas e alegaram que quando não as consumiam a cicatrização foi melhor e mais rápida.

Acabei de fazer a tatuagem. Já posso beber?

RD: Novamente: sem exageros, não tem problema. E importante ficar atento, pois os cuidados do pós-tattoo são fundamentais para garantir uma boa cicatrização. É normal sair sangue depois do procedimento e se a pessoa não lava bem o local e o sangue seca, pode criar uma casca mais grossa e atrapalhar a pigmentação do desenho, além disso os cuidados e higienização ajudam a evitar qualquer tipo de infecção.

Qual a sua dica antes de fazer a tattoo?

RD: No momento da tatuagem, a pessoa precisa estar bem disposta e fortalecida para ficar mais resistente à dor. Se alimentar bem e ter uma boa noite de sono vai fazer com que ela sofra menos no momento da tatuagem. Por isso não recomendo beber exageradamente na noite anterior. A ressaca só piora as coisas.

Esses conselhos valem para o piercing?

RD: O piercing é bem diferente, pois é um procedimento muito rápido. Uma picadinha e acabou. Porém, é preciso estar consciente para cuidar do local, higienizar e assim evitar problemas futuros. Se a pessoa tiver bebido muito, não recomendaria fazer o piercing.

E aí, esclareceu sua dúvida? Se tiver mais alguma pergunta ou quiser compartilhar a sua experiência, use as nossas redes sociais!

 

 

 

Posts Relacionados

Inscreva-se