Como falar de álcool com seus filhos

O CISA – Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – oferece auxílio aos pais que querem ter orientação sobre como abordar o tema em casa.

Por meio do livreto “Como falar sobre uso de álcool com seus filhos”, pontua a abordagem de acordo com diferentes faixas etárias, de crianças a adolescentes.

Confira algumas das dicas:

Como falar de álcool com seus filhos

8 a 11 anos

– Não presuma que as crianças nessa faixa etária não bebem,
– Nas festas de crianças, certifique-se de que:
– existem jogos e outras atividades organizadas;
– há comida, bebidas sem álcool e sucos;
– há um adulto por perto. Não necessariamente presente a cada segundo, mas capaz de supervisionar constantemente;

12 a 14 anos

– Explique os efeitos da bebida alcoólica no corpo e os tipos de riscos associados ao seu uso;
– Seja claro quanto às suas exigências, estabeleça regras específicas que sejam plausíveis e que possam ser cumpridas;

15 e 16 anos

– Saiba sempre onde está, com quem, o que está fazendo e como se comporta;
– Tenha interesse sincero pelos assuntos que seu filho considera importante. Dê apoio, mas sempre supervisionando. A supervisão adequada é a chave para uma boa educação, principalmente no que se refere ao de bebida alcoólica;
– Lembre-se: os pais que estabelecem limites e, ao mesmo tempo, são bons ouvintes, protegem os jovens dos riscos associados ao consumo, diferentemente daqueles que são apenas autoritários.

17 e 18 anos

– Não tenha medo de conversar com seu filho com clareza e franqueza;
– Quando você for falar com ele, certifique-se de que ambos estão sendo ouvidos e que as opiniões dos dois lados são respeitadas. Converse sobre as consequências de beber no trabalho, na escola, enquanto pratica esportes ou dirige;
– Mantenha o vínculo com seu filho respeitando a liberdade dele para que não ache que você está tentando controlá-lo ou até mesmo reprimi-lo;
– Quanto mais próximo aos seus filhos, menos ele cederá à pressão do grupo.
– Se deseja que seu filho respeite o seu ponto de vista, também escute e reflita sobre os dele.

www.cisa.org.br

Posts Relacionados

Inscreva-se