Nova pesquisa avalia consumo responsável de bebidas alcoólicas

Estudo feito em parceria entre EUA e China reforça que evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas faz toda diferença para uma vida saudável

 Os benefícios de evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas foram novamente evidenciados em pesquisa da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, com a Universidade Shandong, na China. Considerado um dos mais amplos estudos sobre o tema (reuniu dados de aproximadamente 330 mil participantes), a pesquisa reforça a importância da moderação e destaca: o excesso precisa ser evitado para garantia de uma saúde equilibrada.

Os resultados partiram da análise de detalhes sobre hábitos e sobre a saúde dos participantes por mais de dez anos, entre 1997 e 2009, usando critérios científicos essenciais, como grupos de controle entre os pesquisados. O estudo considerou consumo moderado a ingestão de até 14 doses semanais para os homens e sete para as mulheres – limite mais baixo do que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera tolerável.

Os dados analisados levaram à conclusão de que, para os homens, consumir bebidas alcoólicas sem excesso estava associado à redução de problemas de saúde em 13%. Os exageros, porém, aumentam os efeitos para o organismo em 25%. Já para as mulheres, há diminuição das probabilidades de problemas de saúde em 25%. Já tratamos no Portal Sem Excesso sobre como os efeitos desse hábito são diferentes para homens e mulheres, confira. (link http://www.semexcesso.com.br/mulheres-e-o-consumo-de-bebidas-alcoolicas/)

 Pesquisa – O estudo levou em conta ainda o histórico de hábitos relacionados às bebidas alcoólicas anteriores ao tempo de desenvolvimento da pesquisa dividindo os pesquisados em seis grupos: abstêmios; pessoas que, em geral, beberam pouco ao longo da vida; pessoas que costumavam beber, mas reduziram o consumo consideravelmente (menos de três doses por semana); pessoas que bebem com moderação (mais de três doses por semana, mas só até 14 doses para homens e sete para mulheres ) e pessoas que bebem exageradamente (mais de 14 doses por semana entre os homens e mais de sete entre as mulheres).

Fonte: Com informações de Veja.com

 

Posts Relacionados

Inscreva-se