Evite excessos na cozinha, economize e aprenda a reaproveitar alimentos

Chegamos à metade do ano e você ainda está longe de economizar o que tinha planejado? A boa notícia é que atitudes simples podem te ajudar a fazer as pazes com seu bolso, como reaproveitar tudo o que os alimentos possuem. Fique ligado!

Ter uma rotina mais econômica era o primeiro item das resoluções de ano novo, mas já estamos na metade de 2018 e ainda não foi possível colocar o plano em prática. Você já cortou algumas baladas e certas comprinhas em shopping. Porém, sua meta está longe de ser alcançada se uma grande mudança não acontecer, uma dica é: diminuir a frequência em restaurantes e lanchonetes, já que esse é um dos principais motivos do seu saldo viver no vermelho.

E aqui vai uma informação que pode ser reconfortante: você não está sozinho. Comer na rua está cada vez mais caro para os brasileiros em geral. Só no último mês de maio houve um aumento de 4% no preço médio das refeições em todo país, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Benefícios ao Trabalhador, ABBT.

A boa notícia é que você pode economizar (e muito!) cozinhando suas refeições em casa e o melhor, reaproveitando todas as partes dos alimentos para poupar ainda mais. O que muita gente joga fora, como cascas e sementes, podem render acompanhamentos e molhos incríveis. Não sabe como? Fique tranquilo que vamos te ajudar:

Não é preciso tirar a casca

É isso mesmo! Diferente do que muita gente faz, não é necessário descascar certos alimentos antes de prepará-los, como é o caso da cenoura, batata doce, abóbora, berinjela, batata inglesa ou abobrinha. Basta lavá-los bem (use uma mistura de água e vinagre e deixe de molho por 5 minutos) e cozinhá-los em água ou assá-los. Ricas em fibras e vitaminas, as cascas dão sensação de saciedade, o que é ótimo para o organismo, e, claro, também ajuda a economizar.

Talos e sementes são sim uma delícia

Aqueles cabinhos podem parecer sem graça, mas saiba que eles são extremamente ricos em polifenóis (promovem ação antioxidante e dão mais energia para o corpo). Talos de agrião, couve, taioba, brócolis e outras hortaliças são ótimos para acompanhar carnes, misturados com arroz à grega ou até como ingrediente principal de um belo purê. Já as sementes de abóbora (ricas em fibras e proteínas) podem ser transformadas em snacks nutritivos. Basta assá-las com um pouco de sal e pimenta do reino.

O arroz tem mil e uma utilidades

O arroz de anteontem não precisa, de jeito nenhum, ser jogado fora. Junto com ovos e queijo, rende um delicioso bolinho. Com um pouco de maionese, legumes e batata palha, vira uma salada delícia. Ao forno com azeite, requeijão, mortadela em cubos e cheiro verde, rende um excelente gratinado. São tantas receitas com arroz, que você vai pensar duas vezes antes de jogá-lo fora. Veja mais sugestões de pratos.

Casca de banana pode substituir a farinha

Nunca imaginou reaproveitar a casca da banana? Chegou a hora de mudar de ideia. Rica em potássio, fibras e antioxidantes, ela pode ser usada em diversas receitas de bolo para substituir a farinha de trigo. Lave e seque-as bem. Para a massa de bolo é só batê-las no liquidificador com ovos, o óleo de sua preferência, leite e açúcar (para opções mais fit, use o açúcar mascavo). Uma dica é usar canela em pó para realçar o sabor.

 Tomates totalmente aproveitados

A parte externa do tomate é o carro-chefe do molho, mas você não sabe o que fazer com o miolo e as sementes? Reaproveite-os em um delicioso suco ou drink. Bata a polpa e sementes com um pouquinho de sálvia e água no liquidificador. Coe em uma peneira fina e depois misture algumas gotinhas de pimenta tabasco e pronto. Para o drink, basta adicionar uma dose do seu destilado favorito (sem excesso, é claro!).

Bebidas alcoólicas sem excesso também ajudam seu bolso

Não abre mão de uma bebidinha depois de uma semana cansativa? Se o consumo for moderado, esse hábito pode fazer bem para sua saúde e também para seu bolso. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a medida recomendada para evitar riscos à saúde é de 15 doses semanais para homens e 10 doses para mulheres. A organização aconselha que eles não passem de três doses por dia e elas devem ficar em duas doses, no máximo. Seu organismo e seu bolso agradecem.

E você, tem alguma dica para reaproveitar alimentos? Divida com a gente!

FONTE: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição

Posts Relacionados

Inscreva-se