Dirigir depois de beber? De jeito nenhum!

Apesar do crescente incentivo ao transporte alternativo, os carros ainda reinam absolutos no mundo inteiro. E para evitar que o grande volume de pessoas que continuam a dirigir depois de beber resulte em aumento de acidentes, campanhas internacionais alertam para a direção responsável.

Com um clique no celular e sem gastar muito, eis um motorista na sua porta. Programas de carona solidária se multiplicam, reunindo cada vez mais adeptos. Aplicativos ultramodernos mostram o melhor ônibus e horários para facilitar seu deslocamento. Isso sem contar o uso de bikes, que vem crescendo a cada dia. Será que estamos perto de viver em cidades com menos carros? Pode parecer estranho, mas a resposta é não.

Apesar das crescentes campanhas de incentivo ao transporte alternativo, os veículos particulares continuam reinando absolutos no Brasil. Prova disso é o aumento da frota de carros no país. De acordo com o último estudo do Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores), o número de carros comerciais leves cresceu 1,2% em 2017, passando de 43 milhões de unidades. Ou seja, temos um veículo para cada quatro brasileiros.

Mundo afora esses números não são diferentes. Até mesmo em países mais progressistas como Reino Unido ou Suíça, que investem pesado em transporte alternativo, o carro ainda é prioridade. E como não dá para mudar essa realidade a curto prazo, a opção é realizar mais campanhas de conscientização no trânsito na tentativa de evitar acidentes. Confira dicas de como você pode contribuir para um trânsito melhor.

Os alertas para os cuidados na direção aparecem de várias formas, seja em intervenções nas ruas, em bares ou vídeos que viralizam pela internet. Mas independente do formato, uma mensagem é onipresente: nunca dirija após consumir bebidas alcoólicas. Para reforçar o recado, selecionamos algumas das melhores campanhas internacionais e compartilhamos a seguir:

Você deixaria um cão guia beber?

Em campanha global que viralizou na internet, um cão guia bebe acidentalmente uma cerveja derramada no chão. Logo depois o comercial mostra o cachorro zonzo, guiando seu dono com dificuldade, em uma clara alusão aos riscos de consumir bebidas alcoólicas e dirigir, como mostra o slogan “Se você bebe e dirige você é um perigo para os outros”.

Intervenção no banheiro alerta para acidentes

Duas rodas instaladas nas laterais de vasos sanitários em bares na África do Sul alertam para o aumento do risco de graves acidentes quando há mistura de direção e álcool. Próximo à descarga, um anúncio com dados alarmantes sobre o número de acidentes do país reforça para a proibição de juntar direção e álcool.

Linhas tortas em avenida simulam visão alterada

 Avenidas com faixas de trânsito propositalmente tortas apontam para um muro. A ação, realizada na Suíça, reproduz a visão deturpada de uma pessoa que consumiu bebidas alcoólicas. “Imagina se ela assume a direção de um carro nesse estado?”, alerta o anúncio.

Outdoor preso só por um cinto chama atenção nas ruas

Imensos outdoors nas ruas de Mumbai, na Índia, estão inclinados e presos apenas por um cinto de segurança. A intervenção urbana chama atenção para importância do uso do cinto para salvar vidas, mas também destaca pontos importantes de conscientização no trânsito, como controle de velocidade e riscos da mistura de direção e bebidas alcoólicas.

Em pubs londrinos, bonecos são arremessados contra espelhos

O susto foi um dos principais ingredientes de uma campanha inglesa realizada em pubs de Londres. Em lugares estratégicos do bar, bonecos são arremessados com força contra espelhos simulando o que pode acontecer com pessoas que se envolvem em acidentes de carros após consumirem bebidas alcoólicas.

Ficou mais claro agora? Com tantas opções de transporte, não vale arriscar sua vida dirigindo após consumir bebidas, não é? E também não vale a desculpa “nada vai acontecer comigo”. Para saber mais, acesse o vídeo que fizemos especialmente sobre o tema.

Fonte: Sindipeças e jornal Extra.

Posts Relacionados

Inscreva-se