Como curtir a festa da firma sem excesso?

Chegou o fim de ano e com ele a temporada de confraternizações; para aproveitar ao máximo os festejos, sem nenhuma ressaca, confira nossas dicas.

O ano foi puxado, mas o esforço rendeu metas batidas, planejamentos devidamente executados, reuniões que geraram resultados práticos e satisfatórios. E para recompensar tanto trabalho, você está louco para se jogar na esperada festa da firma, evento tradicional que encerra as atividades do ano com muita música animada, quitutes delícia e bons drinks. Mas calma, será que é uma boa ideia curtir o festejo como se não houvesse amanhã na frente do seu chefe?

Apesar da empolgação, é importante compreender que essa não é uma farra na casa dos amigos. As festas da firma são uma extensão do ambiente profissional e por isso é importante preservar a boa imagem, evitando exageros, seja na comilança, no trato com os colegas e, sobretudo, no consumo de bebidas alcoólicas. Pensando nisso, fizemos uma lista com recomendações super úteis da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH Brasil). Tome nota para você curtir o melhor da festa, sem excessos.

Beber ou não beber, eis a questão

Não se esqueça que a festa da empresa é um compromisso profissional e apesar da descontração você continua no ambiente de trabalho. Portanto, se a empresa oferecer bebidas alcoólicas na festa, você está convidado a consumi-las, mas os excessos devem ser evitados.

Quantos drinks posso consumir?

O efeito das bebidas alcoólicas varia de pessoa para pessoa, não existe uma quantidade mínima de drinks, o ideal é não se exceder e saber seu limite. O objetivo, nesse caso, é entrosar e socializar com a equipe e a bebida alcoólica, sem excesso, pode ajudar nesse processo. Outra dica é beber um copo de água a cada drink ingerido e se alimentar antes e durante as confraternizações.

É uma boa hora para puxar papo?

Sim! Considere a festa da firma uma oportunidade para ampliar o networking com colegas de outros setores ou estreitar seu contato com a gerência. Mantenha sempre uma das mãos desocupadas para os cumprimentos (pega mal passar a festa toda com as mãos ocupadas de comida e bebida).

Devo compartilhar as selfies da festa?

Pergunte ao seu chefe ou ao profissional que está organizando a festa se é permitido compartilhar fotos do evento em suas redes sociais. Certas empresas preferem manter a discrição, mas outras vão adorar os likes, desde que as fotos não mostrem excessos entre os fotografados.

Posso desabafar sobre os problemas?

Reclamar de dificuldades, falar mal da chefia ou dos colegas e tocar em temas polêmicos são atitudes que devem ser evitadas, principalmente, na festa da firma. O momento é de descontração e se desligar dos contratempos é importante para você curtir a festa e não “contaminar” os colegas com preocupações.

Paquerar o crush do trampo: pode ou não pode?

Novamente vale a regra vigente na empresa. Se a organização não restringe relacionamento entre funcionários, não há problema em abordar a paquera, mas a discrição e o respeito devem ser mantidos para não ultrapassar nenhum limite.

Com que roupa eu vou?

O dress code da empresa continua valendo para homens e mulheres: discrição e nada de mostrar demais o corpo, seja nos modelos muito justos ou comprimentos inadequados (decotes femininos e masculinos, shorts ou saias curtas etc). O modelo pode ser mais descontraído que as escolhas do dia a dia, desde que esteja dentro dessas regras.

Fonte: com informações da ABRH Brasil e Época Negócios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Posts Relacionados

Inscreva-se