Gravidez sem bebidas alcoólicas

Campanha da Sociedade de Pediatria de São Paulo alerta para os riscos do consumo de bebidas alcoólicas durante a gravidez

É reconhecido que o consumo de bebidas durante a gestação é arriscado, causando prejuízos à saúde e à formação do bebê. Nem mesmo de forma moderada, é possível que as mulheres que estão tentando engravidar e as gestantes, façam uso de qualquer bebida. Pelo segundo ano, a Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) realiza a campanha #GravidezSemÁlcool, com o objetivo de chamar a atenção para os impactos causados pela exposição pré-natal a qualquer tipo e quantidade de bebida alcoólica. Diversas associações médicas atuam em parceria na ação, que já recebeu apoio de famosos como a atriz Alinne Moraes, que recentemente foi mãe de um menino.

“Não há qualquer comprovação de uma quantidade segura de bebida alcoólica que proteja a criança de qualquer risco. Neste caso, a gestante ou a mulher que pretende engravidar deve optar por tolerância zero à bebida alcoólica”, destaca Conceição de Mattos Segre, coordenadora do Grupo de Estudos sobre os Efeitos do Álcool na Gravidez, no Feto e no Recém-Nascido da SPSP.
A SPSP criou o portal www.gravidezsemalcool.org.br com informações sobre as ações que estão sendo promovidas na campanha com foco nos especialistas e público em geral.

Fonte: Portal M de Mulher

Posts Relacionados

Inscreva-se