Intercâmbio sem excessos

Conheça as regras do país para onde vai, prepare-se para a experiência do intercâmbio, evite exageros e traga de volta as melhores lembranças da sua vida. Veja nossas dicas.

Passaporte em mãos, matrícula na nova escola também. Está quase tudo pronto para o seu intercâmbio, só faltam alguns detalhes. É nesse momento que bate um friozinho na barriga, né? Mas não se preocupe, essa sensação é normal e essa experiência tem o potencial de ser uma das melhores da sua vida. Só é necessário tomar alguns cuidados e, claro, evitar os excessos de bebidas alcoólicas para não cair em armadilhas ou esquecer momentos marcantes da viagem.

Por isso, listamos algumas dicas para você se preparar e trazer só aprendizado e boas lembranças dessa temporada fora do país.

1- Conheça as regras

Antes de embarcar, saiba quais são as leis locais. Por exemplo, se você pretende brindar com os novos amigos, é necessário conhecer a legislação do país para onde vai viajar. Em muitos destinos comuns para intercambistas, como Austrália e vários estados norte-americanos, é proibido consumir bebidas alcoólicas em locais e vias públicas. Em outros, a idade mínima para ingerir bebidas alcoólicas pode ser diferente do Brasil, onde a norma é 18 anos. Informe-se antes do embarque e, caso tenha dúvidas durante a estadia, pergunte aos moradores. E, claro, sempre respeite as normas vigentes. Você não vai querer voltar mais cedo para casa, né?

2- Programe-se com antecedência

Além de escolher o país, a cidade, a escola e o programa de intercâmbio que pretende fazer, é preciso saber, por exemplo, quais vacinas são obrigatórias ou quais documentos podem ser importantes para a sua viagem. Isso tudo precisa ser feito com alguma antecedência. Pretende dirigir no seu novo país? Então pesquise se a carteira internacional fornecida pelo governo brasileiro é válida e quais são os procedimentos para obtê-la. E, claro, lembre-se que bebidas alcoólicas não combinam com direção e que as regras para os motoristas são diferentes em cada nação, então, vale a dica do item anterior: informe-se.

3- Prepare-se

Saiba sobre o clima da cidade onde vai morar, o tipo de comida e o que mais que impacte em sua vida diária. Tenha tudo isso em mente ao fazer suas malas. Às vezes, um produto cosmético que você ama pode não ter o mesmo efeito em um país mais frio, por exemplo. Ou talvez você não precise levar tantas sandálias ou cachecóis na época em que estará lá. Vale dar uma olhada em algumas dicas sobre o que levar na mala,  como evitar excessos nas bagagens para passeios nacionais e saber os limites de bagagem no seu voo internacional para não carregar peso à toa.

4- Aproveite!

Lembre-se: um intercâmbio não é só um curso de idioma. Aprender uma nova língua pode – e deve – estar entre as suas motivações, mas essa experiência é bem mais ampla. Abra-se para experimentar a cultura local, fazer novos amigos, aprender novos esportes, provar novos temperos. É tudo isso que vai fazer da sua experiência inesquecível. Só não perca o controle: nunca exagere nas bebidas alcoólicas, ok? Lembre-se: em excesso, elas podem até te fazer esquecer dos melhores momentos da sua viagem e você não quer isso, né? Para saber até que ponto beber sem prejudicar seu bem-estar ou sua memória, siga as recomendações da Organização Mundial da Saúde. Veja  um passo a passo de como aproveitar sem excesso.

Fontes: CI e Optima Intercâmbios.

Posts Relacionados

Inscreva-se