Aproveite o melhor das redes sociais

Excesso nunca é positivo, principalmente quando o assunto é redes sociais. Veja nossas dicas para a navegação digital não ser nada além de prazerosa.

Ficar por dentro dos trending topics, ver fotos lindas de tirar o fôlego, compartilhar o que você pensa, reencontrar aquele amigão de infância. Mas também se deparar, a todo momento, com selfies sem graça, saber o que o colega de trabalho comeu no café da manhã ou onde seu tio passou o domingo. As redes sociais são cheias de paradoxos, assim como seus mais de 130 milhões de usuários mensais: gente de todo tipo, com diferentes dilemas, ambições, desejos e conteúdo útil ou não.

De acordo com sociólogos e especialistas em comunicação, para aproveitar o melhor que o Facebook, Instagram, Snapchat e outras redes têm a oferecer é preciso entender o contexto de cada rede, seus prós e contras. Só assim será possível estimular uma consciência mais crítica sobre a utilização de cada uma delas. Outro ponto importante: o uso em si das redes sociais não é prejudicial, o problema é a forma como isso é feito. Em excesso, podem desencadear síndromes como a FOMO (medo de estar ausente) ou levar os usuários a se sentirem deprimidos, como apontou pesquisa recente da Universidade de Sheffield, na Inglaterra.

Após acompanhar mais de 40 mil crianças e jovens, o estudo identificou que os participantes que passavam mais tempo nas redes alegaram se sentir infelizes com a própria vida. Segundo um dos autores da pesquisa, Philip Powell, não dá para dizer que uma ou outra rede social é ruim e recomendar que a pessoa pare de usar. O importante é ter equilíbrio. E entre jovens com menos de 21 anos a atenção deve ser redobrada, já que a parte do cérebro ligada à percepção de limites (córtex pré-frontal) ainda está em formação.

A partir dessas dicas e ressaltando, claro, o lado bom das redes sociais, listamos orientações importantes para você alcançar o equilíbrio online e não fazer com que o celular seja uma prioridade na sua vida.

Tenha controle sobre o tempo gasto nas redes

É importante saber o tempo que você gasta por dia navegando pelas redes ou compartilhando conteúdo nelas. Essa informação te ajudará a compreender o período gasto e o que pode ser feito para controlá-lo melhor. Existem diversos aplicativos nas versões IOS ou Android que podem te ajudar nessa gestão do tempo.

Faça uma faxina nas suas redes e estipule horários

Como ressaltamos no início do texto, o objetivo não é abandonar as redes sociais, mas sim aproveitar, com equilíbrio, tudo que elas podem oferecer. E cá pra nós, existem diversos perfis com conteúdo de primeira e que podem agregar muito à sua vida. Que tal fazer uma verdadeira faxina entre os perfis que você segue? Se aquela página não te agrega valor, delete. Passe a seguir o que pode enriquecer seu repertório, um perfil que tenha um olhar diferente do seu, aquela pessoa que tem habilidades que você admira e que podem te inspirar. Navegar pelas redes sociais é também uma ótima forma de se informar e aprender. Depois dessa faxina digital, estipule horários para navegar. Isso vai variar de acordo com a sua rotina, mas lembre-se: evite passar mais de uma seguida nas redes sociais ou um total de três horas diárias.

Qual a importância as redes têm na sua vida?

Antes de escolher uma roupa, um lugar para sair ou um prato de comida você leva em conta como isso pode ser compartilhado nas redes? Se a resposta for sim, fique atento. Tire um tempo para se questionar sobre os motivos desse comportamento e o que isso está agregando à sua vida. Se é algo que te faz feliz, tudo bem. O importante é ter consciência sobre suas escolhas e não se deixar levar por uma tendência que não faz sentido para você, ok?

Fique atento aos sinais

Você não está passando por nenhuma situação complicada, mas mesmo assim se sente angustiado, ansioso, irritado ou isolado quando está distante do celular? Sim? Procure conversar com um amigo próximo ou com os seus pais e conte o que está acontecendo. Em muitas situações, essas sensações podem ser sintomas de excessos no uso de aparelhos digitais. Se esse for o seu caso, não deixe passar em branco e procure a ajuda de um especialista.

Não use todas as suas horas de lazer nas redes

Você tem 5 horas livres por dia? O ideal é dividir as horas vagas entre diversas atividades (passar tempo com os amigos, praticar um esporte ou fazer um curso, etc). O importante é não ficar o tempo todo grudado na tela do celular, ok?

Fonte: Jornal Nexo e portal da USP

Posts Relacionados

Inscreva-se