Sim, é possível evitar queda excessiva de cabelo na gravidez

Perder cabelo na gravidez é uma das queixas mais frequentes das futuras mamães, mas listamos cuidados que podem ajudar a diminuir o problema

O momento tão esperado chegou: você está grávida! E o que não falta são receitas dos parentes e amigos, mitos do que fazer ou do que não fazer de jeito nenhum, principalmente quando o assunto é a saúde capilar das gestantes. Mas fiquem tranquilas, pois estamos aqui para ajuda-las! E, claro, as dicas também valem para os papais espertos que querem participar de todos os cuidados da família.

Ouvimos dermatologistas especialistas em tricologia (estudo sobre a saúde do couro cabeludo e dos fios) e vamos esclarecer o que é verdade ou mito no que diz respeito aos cuidados do cabelo na gravidez.

Praticamente toda mulher tem queda de cabelo na gravidez. VERDADE

As mudanças hormonais que levam a alterações no organismo é uma explicação para a perda dos fios. Mas o problema pode ser amenizado com a ingestão de complementos vitamínicos receitados pelo obstetra que conheça o histórico da grávida.

Estresse é o responsável por piorar a queda. MITO

Estresse e ansiedade, desde que sejam sem excesso, acabam fazendo parte da rotina das futuras mamães em algum momento da gravidez. Mas isso não tem uma relação direta com a queda dos fios. As causas mais comuns do problema são deficiências vitamínicas provocadas pelas mudanças hormonais ou anemia. No entanto, é importante ficar atento à manifestação do estresse, caso seja muito frequente. Nesse caso, é recomendado buscar a orientação de um psicólogo para evitar qualquer dano à saúde da mamãe e do bebê.

Água quente em excesso induz mais queda. VERDADE

Lavar os cabelos com água quente retira as camadas naturais que protegem o couro cabeludo e os fios. Sobretudo na gravidez, esse comportamento pode deixar o cabelo mais exposto às agressões e, consequentemente, mais fracos e propensos a queda. O ideal é lavar o cabelo com água fria ou, no máximo, morna. Esse hábito certamente vai favorecer os fios e couro cabeludo.

Alisamento e tintura podem fazer mal para o bebê. VERDADE

A amônia e metais pesados presentes em tinturas e alisamentos são tóxicos e podem causar danos à saúde da criança. Até mesmo os produtos mais naturais, como hennas, costumam ter alguma substância química. O correto é pedir orientação para o seu médico e checar o que está liberado para uso ou não. Existem várias “maquiagens” capilares no mercado que são livres de produtos químicos e podem te ajudar.

Não é indicado lavar os cabelos no pós-parto. MENTIRA

Lavar os cabelos não induz o sangramento, como muitas pessoas temem. Porém, nesse período é importante redobrar os cuidados. Usar um assento, evitar movimentos bruscos e adequar a temperatura da água são importantes para que o banho não interfira na pressão arterial e cause problemas.

E vocês, mamães e papais, têm alguma dica para os marinheiros de primeira viagem? Compartilhem sua experiência com a gente!

Fonte: com informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia e revista Cláudia.

Posts Relacionados

Inscreva-se