Ressaca do pós-Carnaval: dicas para se recuperar dos exageros da folia

Depois do Carnaval, que muitas vezes bagunça a rotina e deixa como saldo dias de alimentação incorreta combinada com calor, excesso de exercício, ingestão de álcool em demasia e pouco descanso, a famosa ressaca pode dar as caras. Com ela, aparecem sintomas de esgotamento do corpo, como enjoo, tontura, dor de cabeça, fraqueza e sonolência. Para repor os nutrientes e a energia perdidos durante os dias de festa, é fundamental cuidar da alimentação.

Vale ressaltar que o mais importante é cuidar do corpo de forma preventiva, ou seja, beber com responsabilidade para que a ressaca do dia seguinte não seja um problema.

Confira algumas dicas:

Hidrate-se
Reforçar a hidratação é a primeira medida a ser adotada ao acordar com ressaca. Além da água mineral e da água de coco, sucos de frutas naturais e chás naturais (sem açúcar) são boas opções para hidratar o organismo.

O suco verde, que tem como base a couve, é outro aliado para combater a ressaca. A verdura tem ação anti-inflamatória, que aumenta a capacidade do fígado de eliminar toxinas e ajuda na recuperação gastrointestinal, que fica muito abalada em dias de consumo excessivo de álcool, jejum prolongado e comidas gordurosas. Vale lembrar que o suco deve ser tomado sem açúcar. Uma opção para adoçá-lo é utilizar água de coco no lugar da água, ou fazê-lo com frutas naturalmente doces, como a manga ou a maçã, por exemplo.

Alimente-se corretamente
Mesmo com tontura e enjoo típicos da ressaca, é importante comer bem. Frutas são boas opções. Como são ricas em frutose, são fonte de energia e ajudam a acelerar o processamento do álcool no corpo.

Para eliminar o acetaldeído, toxina que pode causar dores de cabeça, náuseas e tontura, vale também consumir ovos, brócolis, derivados de leite e cebola. Estes alimentos são ricos em cisteína, um aminoácido que ajuda a eliminar a toxina e ajuda a recuperar o organismo.

Com informações do Estadão e do portal Agito SP.

Posts Relacionados

Inscreva-se