Salto alto: fique linda sem excessos

Veja nossas dicas para manter a saúde em dia sem precisar descer do salto alto.

Ressalta suas curvas, te deixa com o tórax mais aberto e você fica mais confiante quando usa salto alto. Se te faz se sentir tão bem, é claro que você não deve parar de usá-los, mas é importante seguir nossa recomendação de sempre: sem excessos. Exagerar no uso desse tipo de sapato pode trazer problemas para a sua postura, alterar a formação dos seus músculos e até mudar sua forma de caminhar. Mas não se preocupe, é possível evitar tudo isso sem deixar de usar esses acessórios apenas observando alguns cuidados que vamos te ensinar.

#1- O que os saltos podem fazer de mal para o meu corpo?

Quando você sobe nos saltos, comprime o tendão de Aquiles, na parte posterior da panturrilha, o que pode gerar desconforto depois de algumas horas. Os pés acabam sendo empurrados para frente e, assim, alteram o alinhamento da coluna e dos quadris, o que pode gerar problemas lombares depois de alguns anos. A pressão sobre os joelhos chega a aumentar em 20% e elevam os riscos de osteoartrite, que engloba problemas nas cartilagens e ossos de articulações. Enfim, o uso excessivo não é indicado, então não corra riscos.

#2- Posso ficar linda de salto alto sem ter esses problemas?

Pode sim. A primeira dica é a moderação. Quem sabe você não usa uma rasteirinha até a porta do trabalho e troca só na hora de entrar em campo de fato? Outra boa ideia é preferir saltos que distribuam melhor o peso, como os anabelas ou os mais quadrados – aproveite que eles estão na moda e dê um descanso para os seus saltos agulha. Especialmente se for caminhar muito – ou dançar, quem sabe – escolha os saltos mais confortáveis e evite aqueles que apertam as pontas dos pés, como os de bico fino.

#3- Ok, e quando eu estou com os pés no chão, posso fazer alguma coisa para aliviar os efeitos do uso do salto alto?

Alongue-se! Busque orientação para descobrir os melhores exercícios e os faça diariamente. Não vai levar mais do que dez minutos e os benefícios serão enormes. Estique as panturrilhas, a coluna, o calcanhar e mantenha a saúde em dia. E, claro, caso sinta dores, procure um ortopedista e faça os exames necessários. Saúde sempre em primeiro lugar.

#4- Só mais uma coisa: e minha filha? Ela sempre quer me imitar e subir no salto, pode?

Para crianças, o indicado é não ultrapassar os três centímetros do salto. Especialistas alertam que até os sete anos de idade, a criança ainda está formando sua maneira de caminhar e o ideal e que isso seja feito com os pés no chão. Então, deixe sua filha se divertir sem nada pra apertar seus pés. Na dúvida, prefira os tênis.

Fontes: com informações do Portal Unicamp, da Revista Saúde, da Women’s Healthy Magazine.

Posts Relacionados

Inscreva-se