Se beber, não dirija

A tolerância para quem mistura bebida alcoólica e direção é zero. Principalmente, quando se avalia o aspecto legal descrito no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no qual dirigir sob efeito de álcool envolve a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), sete pontos e multa de R$ 2.934,70.

Além destes quesitos, a recusa de fazer o teste do bafômetro implica na possibilidade de abertura de um processo de suspensão da CNH, válida por 12 meses, com exigência de realizar o curso de reciclagem.

Para tornar o trânsito mais consciente, responsável e seguro e evitar problemas como estes, nós, do Sem Excesso, apoiamos o movimento internacional Maio Amarelo, que tem o objetivo de conscientizar o poder público e a sociedade civil sobre a importância da redução de acidentes no trânsito.

Desde 2014, o Sem Excesso apoia e participa das ações de divulgação do movimento e contribui para a difusão de informações relevantes sobre os temas de cada ano. Neste ano, a campanha do Maio Amarelo será “No trânsito, o sentido é a vida”, que visa motivar e promover atitudes seguras no trânsito, por exemplo, de não desrespeitar os limites de velocidade e não dirigir depois de ingerir bebidas alcoólicas.

Para aderir à campanha e tornar os motoristas mais conscientes e responsáveis, hábitos simples precisam ser adotados antes de escolher um drink. Se for beber com os amigos ou ter um jantar romântico, opte pelo transporte público, ou, se preferir, acione um táxi ou motorista de aplicativo. Essas mudanças na rotina já contribuem para um trânsito mais seguro.

Posts Relacionados

Inscreva-se