Sono e direção não combinam

Dirigir com sono gera perigos similares aos de dirigir depois de beber: desatenção e demora para responder aos reflexos. Veja nossas dicas para não cair nessa cilada.

Você já sabe que beber e dirigir, nem pensar. Já falamos sobre isso aqui no portal, mas não custa relembrar: bebidas alcoólicas podem te deixar desatento e dificultar sua reação diante de situações inesperadas, como um pedestre que atravessa em sua frente. Você e seus amigos já sabem disso e tomam todos os cuidados para se divertir sem correr riscos na volta para casa. Mas e quando o motorista da rodada está “pescando” de sono, o que fazer?

O excesso de sonolência ao volante leva aos mesmos riscos gerados pelo consumo de bebidas alcoólicas antes de dirigir. Se esse último já é proibido por uma legislação super restritiva, o sono só conta com a autoavaliação do motorista para evitar acidentes. Alguns carros já contam com dispositivos que detectam o cansaço e emitem sinais sonoros com indicações para que o trajeto seja interrompido para um descanso, mas além dessa tecnologia ainda não ser amplamente usada, ela nunca será tão eficiente quanto a responsabilidade do condutor.

Então, quais são as dicas para evitar que a estratégia do “motorista da rodada” seja estragada pelo sono? Aqui vão algumas dicas:

Cronograma do dia

Antes de decidir se será o motorista da rodada, pense em como será o seu dia antes da festa que pretende ir com os amigos. Se até o horário do encontro você estiver com um cronograma apertado, cheio de atividades de trabalho e estudo, pense na possibilidade de pedir outro amigo para dirigir ou, talvez, de utilizar algum serviço de transporte. Estar muito cansado no fim da festa vai, claro, aumentar as chances de você estar com muito sono no caminho de volta para casa.

Cardápio do encontro

Você já sabe que vai dirigir no fim do encontro com os amigos e, por isso, só brinda com bebidas não-alcoólicas. Mas e o que vai comer? Caso o cardápio conte com comidas pesadas, como feijoada, procure se alimentar pelo menos duas horas antes de ir embora. Essas refeições pesadas geram uma digestão lenta que pode levar à sonolência.

Autoavaliação

Você achou que estaria bem o suficiente para dirigir, mas na hora de ir embora não consegue parar de bocejar. Então não tenha vergonha de admitir para os seus amigos que não está bem e prefere não ser o motorista. Caso todos além de você tenham ingerido bebidas alcoólicas, deixem o carro no local e voltem para a casa com algum serviço pago de transporte. A segurança da sua turma não tem preço.

Mantenha-se ligado

A madrugada é um momento no qual é bem provável que o sono aumente e, se a festa acaba nesse horário, é bom ter estratégias para ficar acordado. Janelas abertas com o vento no rosto são recomendadas. Peça também aos seus amigos que mantenham uma conversa com você ao longo do trajeto para te ajudar a ficar atento. Uma musiquinha também pode ajudar: aproveite para cantar junto em coro com os amigos.

Claro que essas dicas valem para qualquer situação em que vai dirigir, não apenas para os encontros com os amigos. Se for viajar, os cuidados devem ser redobrados. Tente fazer paradas pelo menos a cada duas horas para esticar o corpo e beber um café. Evite dirigir por mais do que nove horas em um dia e não use remédios para se manter atento: o efeito deles passa rápido e, quando isso acontece, o sono volta de forma ainda mais incontrolável. E além de se manter atento quando for o motorista, ajude seus amigos a se lembrar dessas dicas quando eles forem os condutores.

Posts Relacionados

Inscreva-se