TPM combina com bebidas alcoólicas?

Evitar os excessos é a regra para que os sintomas da TPM não sejam agravados

Mensalmente, muitas mulheres sofrem com a chamada Tensão Pré-Menstrual (TPM) e tentam encontrar formas de reduzir os sintomas das variações hormonais do período. As bebidas alcoólicas costumam estar entre as receitas caseiras, mas elas ajudam de fato no combate aos desconfortos? De acordo com a ginecologista Thelma de Figueiredo, elas podem amenizar os sintomas, mas é preciso estar atento e evitar os excessos para que a estratégia não se torne um problema.

“Assim como a cafeína e o chocolate, uma dose de bebida alcoólica pode amenizar os sintomas. O problema é que algumas mulheres sentem uma compulsão nesta fase, que pode levá-las aos excessos”, afirma Figueiredo. É preciso, portanto, garantir que o consumo não seja superior aos limites recomendados pela Organização Mundial da Saúde.
Conter os excessos também é importante para amenizar a desidratação no dia seguinte, que é a origem das ressacas. Em mulheres durante a TPM, o efeito pode agravar quadros de depressão e irritabilidade, por exemplo. A ginecologista explica, ainda, que a bebida alcoólica deixa as funções do fígado mais lentas, o que prejudica a circulação dos hormônios, que é importante para a saúde feminina principalmente nesse período.

Thelma de Figueiredo recomenda ter uma rotina mais saudável possível durante esse período. “Praticar exercícios físicos, beber bastante água e ingerir fibras para desinchar o abdômen”, diz. Segundo ela, o que acontece na fase é uma alta das taxas de progesterona, que interferem na produção de neurotransmissores de bem-estar, como a endorfina e a serotonina. A médica também indica incluir na dieta alimentos ricos em substâncias que aumentem a produção de endorfina e serotonina, como grãos integrais, leite, iogurtes, banana e abacaxi.

Posts Relacionados

Inscreva-se